Concrete Logo
Hamburger button

Google I/O 2014: Google everywhere

  • Blog
  • 2 de Julho de 2014
Share

Na última semana, o Google apresentou as suas novidades durante um dos eventos mais esperados do ano na área de tecnologia: o Google I/O. E se tem uma coisa pela qual 2014 será lembrado é o ano em que o celular deixou de ser só celular e conquistou outros espaços. Tanto no WWDC, da Apple, quanto no Google I/O, o foco das novidades está na extensão do sistema operacional para outros dispositivos.

Um exemplo é o Android TV, plataforma que vai integrar aplicativos à televisão. Essa não é a primeira tentativa do Google neste sentido, uma vez que a gigante já tentou emplacar a Google TV, que esbarrou na falta de parcerias com fabricantes e updates de software. Mas o Android TV promete ser diferente. Primeiro porque, enquanto a Google TV tentava fazer com que a sua experiência com a TV fosse parecida com a do smartphone, o Android TV quer ser um espaço de entretenimento no qual uma parte é focada em conteúdo recomendado e a outra na interface para o usuário. Essa interface é organizada em “cards”, organizados por filmes, shows, jogos e aplicativos que poderão ser customizados para o Netflix, por exemplo. E você ainda pode controlar essa interface com um controle de jogos, controle remoto, aplicativo ou até com um relógio inteligente.

AndroidTV

E por falar em relógio inteligente, o I/O também falou sobre o Android Wear, a plataforma “vestível” do Google que foi anunciada em março mas só agora pudemos ter uma visão geral de como vai funcionar. Esse vídeo é uma introdução sobre o assunto, mas o mais relevante é que a plataforma foi desenhada para te mostrar a informação que você precisa em apenas uma olhada, sem ter que procurar entre um monte de ícones de aplicativos. O design minimalista mostra apenas o mais importante pra você (que o Google sabe o que é) e você pode controlá-lo totalmente com a voz. O interessante é que o Google Glass não foi nem citado durante o Keynote.

E não é só na TV e no seu pulso que a Google quer estar. A gigante divulgou também o Android Auto, uma forma de usar os seus aplicativos e serviços do Android conectados no seu carro. O sistema poderá te dar informações como tempo ou destino quando você precisar e é totalmente controlado por comandos de voz.

O Android 5.0, ou o “Android L”, como foi chamado, é uma prévia do que será a nova versão do sistema operacional. O novo design é baseado no conceito de profundidade, o que o Google está chamando de “material design”. Neste design, as notificações também são alteradas. Você poderá receber notificações com a tela bloqueada e mexer nessas notificações mesmo sem desbloquear o aparelho. Além disso, o L tem também uma característica que permite que você veja uma notificação e interaja com ela sem parar o que você está fazendo. Dá pra ter uma ideia do material design neste vídeo.

L

O Chrome para mobile vai seguir esses novos elementos do design. As novas guias serão listadas como os aplicativos, o que significa que você poderá passar da web para os aplicativos muito mais facilmente. E os aplicativos serão indexados na pesquisa web. Ou seja, uma pesquisa no Google por um restaurante vai te mostrar tanto os resultados na web quanto os resultados dentro de aplicativos como o OpenTable, por exemplo.

Por fim, o Google pretende também ajudar os fabricantes a desenvolverem smartphones com Android mais baratos. A ideia é disponibilizar os modelos de referência de construção do hardware no momento da elaboração de um novo smartphone. Assim, os fabricantes poderão produzir celulares com preços mais baixos para mercados emergentes. O Android One também vai garantir que os telefones venham com a versão mais recente e recebam atualizações automáticas.

E você? O que achou das novidades? Mais algum comentário que esqueci? Só deixar aqui embaixo!