Concrete Logo
Hamburger button

Por que o Brasil deveria amar Android?

  • Blog
  • 26 de Dezembro de 2014
Share

Por que o Brasil deveria amar Android?

A disputa entre Android e iOS está em todo o mundo, assim como no Brasil. Defensores ferrenhos dos dois lados têm argumentos na ponta da língua para defender seus sistemas operacionais preferidos. E os números podem jogar para os dois lados: 85% do mercado mundial é dominado pelo Android, mas a Apple tem 1,5 milhão de apps, baixados por 600 milhões de usuários, que renderam cerca de US$ 5 bilhões aos desenvolvedores. De acordo com esse artigo de Sandi MacPherson, as startups no Vale do Silício não se importam muito com Android, apesar da crescente adoção em todo o mundo.

Segundo o texto, são três os motivos que essas startups citam: 1) desenvolver para Android é mais caro e demorado, principalmente por causa da fragmentação; 2) os usuário de iOS gastam mais; e 3) o iOS é mais popular nos EUA, que é o mercado que elas conhecem melhor. Neste artigo, Laura Clapper questiona esses motivos dizendo que a percepção pública do iOS como o “mais legal” é o fator mais importante para a preferência e, considerando isso, ela levanta alguns pontos que questionam os argumentos: 1) se você quer ser rico, significa que tem que desenvolver só para ricos?; 2) o usuário consome o que acha que é melhor porque é mais bonito e custa mais, ou seja, as pessoas são burras?; 3) a tecnologia não deveria ser acessível para todo mundo? Devemos manter só para a elite?

Abordar o problema apenas dessa forma é um tanto superficial e pode não revelar questões intrínsecas ao domínio do problema que você está tentando resolver. O que deve ser levado em consideração é como está dividida a sua base de usuários reais (ou em potencial) para o este problema específico.

gráfico

O gráfico acima explicita isso muito bem. Os números mostram os usuários ativos que utilizaram o Facebook em maio desse ano, quebrados por região. Se o seu produto é direcionado para os moradores de Greenwhich em Connecticut, você provavelmente deveria desenvolver primeiro para iOS e depois (caso haja tração) na versão Android do seu aplicativo. O mesmo parece se refletir para o público de São Francisco, mas claramente esse não é o caso da Índia (ou do Brasil), onde o Android domina. A grosso modo, para uma empresa cuja atuação é focada em clientes que vivem próximos ao Vale do Silicio, a divisão é menos calcada no número global de iOS vs. Android no mundo, mas muito mais nichada em outras quebras desse número.

O mercado brasileiro tem suas peculiaridades. No Vale do Silício, é muito mais fácil desenvolver um aplicativo para iOS porque grande parte da base de usuários é formada por aparelhos da Apple. Assim você pode descobrir e testar seus aplicativos para essa plataforma muito mais facilmente. No Brasil, entretanto, o predomínio (71,7% da base, segundo a Comscore) é de Android. Se você tem um iPhone mas os seus usuários (reais ou em potencial) têm um Android, você deve desenvolver para Android.

Segundo a Nielsen Ibope, 91,6% dos smartphones vendidos no primeiro semestre desse ano têm o sistema operacional do Google. Apple e o iOS ficam apenas com 2% das vendas, bem perto do Windows Phone, com 1,8%. A diversidade de fabricantes e de modelos de entrada, que são mais baratos, faz com que a maior parte da população brasileira use Android. Ainda vale destacar que temos a vantagem de ter muitos desenvolvedores Java, o que facilita bastante na formação de desenvolvedores para Android.

Os desenvolvedores brasileiros deveriam amar Android simplesmente porque a maior parte dos brasileiros ama, e não só os brasileiros como também a maior parte do mundo. Entretanto, antes de desenvolver analise qual mercado é o ideal para seu aplicativo. Estude seu público, seus usuários e seu mercado, e tome decisões baseadas em dados. Só assim suas chances de sucesso serão maiores.

Algum comentário, dúvida ou crítica? Utilize o campo abaixo!