Concrete Logo
Hamburger button

Os 10 links do mês – Maio

  • Blog
  • 31 de Maio de 2015
Share

Chegamos ao fim de mais um mês em 2015 e com ele chega a hora de publicarmos os 10 links mais comentados no fórum interno da Concrete. Este mês, falamos sobre Android, JSON, AngularJS, Microsoft e Gradle. Quer saber o que rolou? Vem comigo:

1. Curso AngularJS para Zumbis

Com a ajuda do Daniel Castro, Matheus Lima está publicando no Youtube uma sequência de vídeos com um curso de AngularJS para zumbis. Davi Silva e Alexandre Bairos aprovaram a iniciativa, e Daniel Braz indicou esse curso da Code School como muito bom também.

2. Microsoft/node Github

“Ninguém segura a Microsoft” foi o comentário de Alexandre Bairos ao indicar o link. Samuel Barbosa ficou curioso e perguntou se existe alguma vantagem dessa Chakra engine com relação à V8 e se alguém sabia a intenção desse fork. Matheus Lima explicou: “Node.js uses the V8 JavaScript engine by default. This GitHub fork enables Node.js to optionally use the Chakra JavaScript engine on Windows 10, allowing Node.js to run on Windows on ARM. Our goal is to merge back into master after stabilizing this code, fixing key gaps and responding to early community feedback”.

3. O método main de um app Android

Victor Nascimento mostrou o link indicando que o último método dessa classe é o main, para quem achava que ele não existia. Daniel Braz comentou que o código está precisando de um refactoring, uma vez que a classe tem 5298 linhas e o método com mais de 100 linhas. Nascimento explicou que é um modo de evitar muitas contribuições ao código, só de import tem centenas. Gabriel Coutinho considera kamikase quem arrisca mexer nesse código. Se apagar um comentário, já quebra. Davi Silva achou graça e observou 13 contribuidores nesse lindo arquivo =D. O último comentário foi de Matheus Corregiari: “21 inner class \o/ #partiuRefactory hahahaha”.

4. Microsoft announces Cortana for iOS and Android

De novo a Microsoft entra nos nossos assuntos preferidos. Dessa vez, quem indicou a matéria do The Verge foi o Federico Maier. Victor Nascimento lembrou que só dará créditos à Microsoft quando puder fazer aplicações Windows Phone no Linux. Davi Silva preferiu representar o momento em uma imagem:

unnamed

Filipe Mondaini considera que o rolo compressor da M$ tá chegando, e para Tales Pinheiro, furou o pneu e ficaram uns 10 anos meio parados pra trocar, mas tá chegando 😛

5. Leak Canary: A memory leak detection library for Android and Java

Rafael Toledo anunciou mais uma da Square. Gabriel Coutinho gostou e indicou este texto sobre o assunto, comentando que já teve que fazer uma tela de assinatura e teve os mesmos problemas que eles, tentando as mesmas soluções:

“We tried a few approaches, none of which solved the issue:

– Use Bitmap.Config.ALPHA_8 (a signature doesn’t need color).

– Catch OutOfMemoryError, trigger the GC and retry a few times (inspired from GCUtils).”

Davi Silva, Matheus Corregiari e Halyson Golçalves aprovaram, e Victor Nascimento lembrou que o Pierre é o cara do Annotations também

6. Gradle 2.4: The fastest yet

O número 6 da nossa lista na verdade são três links. Além do que deu o título, Rafael Toledo indicou mais dois: o “Release Notes” e o guia do usuário do Gradle Daemon. Rafael comentou que a versão estável do Gradle 2.4 não tem muitas mudanças na questão de funcionalidade, mas teve uma melhora bastante significativa no desempenho. Pelo que ele leu, essa melhora tem sido de 20 a 60% nos tempos de build. Além disso, eles recomendam para as máquinas de desenvolvimento a ativação do Daemon, que melhora ainda mais o desempenho.

Rafael disse que está experimentando e realmente percebeu uma boa melhora no projeto (de 40 para 25 segundos, aproximadamente). Aparentemente não tem nenhuma breaking change e o plugin Android tem funcionado perfeitamente, usando a versão 1.2.3 e o Android Studio 1.2.1. Halyson, Matheus e Davi gostaram.

7. JSON Server

Patrick Porto foi quem indicou o link, destacando que com ele você consegue um full rest REST API sem código algum em menos de 30 segundos. Ele também indicou a Live running version do JSONPlaceholder e um tutorial em vídeo online. Filipe Mondaini representou sua impressão com um gif:

unnamed2

Thiago Holanda indicou o Apiary, solução que ele usa há tempos, destacando as características “build beautiful APIs” e “Collaborative design, instant API mok, generated documentation, integrated code samples, debugging and automated testing”. João Felipe disse que é bom ter no portifólio o Mockable, porque além de criar mocks REST também permite criar mocks SOAP, que em alguns casos é uma boa mão na roda.

8. Cocoa Rest Client

Jonas Tomaz está dando um voto de confiança para o app que testa endpoints HTTP/REST no Mac. Ele indica para quem quer outra ferramenta diferente do bom e velho Curl. João Felipe comentou que usa o PAW, e aproveitando o assunto de apps para Mac ele indicou também o Bee para JIRA/GitHub issue tracking Client, o TOAD para SQL Client, o SourceTree para GIT Client e o Skitch para Screen Shot/Capture.

Seguindo a linha do João, Thiago Holanda também gosta do PAW (segudo ele é caro, mas vale a pena) e indica o Tower para GIT Client, o Robomongo para MongoDBClient, Objective-Clean para Objective-C standards, MacDown para Markdown client e o Prepo para iOS App icons. Como complementares ele cita o Sublime Text 2, o Code Runner, o JSON Query e o iTerm + zsh.

João Felipe acrescentou o que ele gosta no PAW e que vale cada centavo gasto: 1) o API Blueprint Generator, que você pode utilizar para construir os mock no apiary, além de outros generators; e 2) Você salva seus requests para depois, agrupados e bonitinhos, e pode configurar variáveis de ambiente e ir chaveando entre elas ao invés de ter um request construído para cada environment. Thiago Holanda complementou sugerindo mais dois links relacionados ao API Blueprint: o Curl Trace Parcer e o API Mock. Para finalizar, Vinicius Barbosa sugeriu o Sequel Pro para SQL Client.

9. Questionnaire Design for Social Surveys

O curso para guiar a elaboração dos questionários de discovery do Coursera foi recomendação da Dhiana Deva, que destacou que é um pouco teórico mas tem fundamentos bastante importantes. Gabriel Brettas gostou, e Rafael Alves aproveitou o assunto para indicar o Type Form, que faz formulários bem atraentes.

10. A re-introduction to JavaScript (JS tutorial)

Foi Alexandre Bairos quem indicou o texto do Mozila Developer Network com uma nova introdução de JavaScript. Raphael Freitas, Carlos Daniel Castro e Davi Silva aprovaram.

E assim chegamos ao fim de mais um ranking de links comentados no nosso fórum interno. Gostou? Faltou algum? Quer que comentemos algum link em especial? Deixe abaixo sua contribuição!