Concrete Logo
Hamburger button

Desenvolvendo para Android com Kotlin: como começar?

  • Blog
  • 28 de Outubro de 2015
Share

*Post originalmente publicado no Blog pessoal do autor. Veja aqui.

Acredito que alguns de vocês já tenham ouvido falar no Kotlin. Para quem não conhece, o Kotlin é uma linguagem que vem sendo desenvolvida pela Jetbrains (a empresa responsável pelo Android Studio, IntelliJ IDEA e uma porção de IDEs muito boas), focada na JVM, Android e web. A princípio, ela pode ser vista como um Java (muito) menos verboso. Por alguns, ela é chamada de Swift do Android! =)

Apesar de ainda estar em desenvolvimento, já é possível criar aplicativos completos utilizando essa linguagem, e é exatamente esse o propósito desse post: mostrar como configurar a sua IDE e criar o primeiro projeto usando Kotlin.

Bom, o primeiro passo é instalar os plugins do Kotlin no seu Android Studio ou IntelliJ. Para isso, abra as configurações da IDE e localize a opção Plugins. Ali, clique em Install JetBrains plugin… e localize os plugins Kotlin e Kotlin Extensions for Android.

rafa1[

 

Feito isso, basta reiniciar a sua IDE para que a instalação esteja completa.

Com isso, já podemos criar o nosso projeto Android. A criação em nada difere de um projeto comum. Como ainda não temos um template, no início, temos que converter as classes manualmente. O que difere aqui são os arquivos de configuração do Gradle, que terão os plugins do Kotlin adicionados:

Aqui, adicionamos ao classpath os plugins do Kotlin (kotlin-gradle-plugin e kotlin-android-extensions – que não será utilizado ainda nesse primeiro tutorial).

No build.gradle do projeto, aplicamos o plugin e adicionamos a biblioteca padrão do Kotlin:

Caso tenha escolhido para que o Android Studio gere a primeira Activity, você pode convertê-la para Kotlin indo até o menu Code -> Convert Java File to Kotlin File. Aquela sua Activity marota em Java vai virar algo mais ou menos assim:

Agora é só executar e é só alegria. Até a versão 0.11, era necessária uma pasta de sources específica para o Kotlin, mas a partir da 0.12+, isso já não é mais necessário (perceba que os arquivos .kt ficam na pasta java de sources).

É isso pessoal! Aguardem que logo logo eu trago mais novidades. Ficou alguma dúvida ou tem alguma observação sobre o Kotlin? Deixe no campo abaixo!