Concrete Logo
Hamburger button

4 atividades que os líderes deveriam fazer todos os dias

  • Blog
  • 3 de Novembro de 2015
Share

Depois de alguns anos como gerente/líder, tenho me questionado se deveria haver uma rotina para esse papel. Pergunto isso porque nós, da área de tecnologia, lutamos para que sempre haja inovação e disrupção dos modelos atuais, entre outras coisas, pois necessitamos disso – algumas vezes por natureza e outras por força do ofício. Mas de forma menos operacional e muito mais subjetiva ou administrativa percebi que sim, existem atividades que deveríamos desempenhar todos os dias para que nossa carreira e motivação (de líderes e liderados) não fiquem estagnadas ou entrem em declínio, e assim ajudarmos a todos que ficam ao nosso redor.

Ao perceber que novos gerentes raramente terminavam o dia com aquilo que planejaram fazer, pois a maioria acabava gastando tempo com problemas que poderiam levar seus times a não entregar no prazo, custo ou qualidade como deveria; procurei reunir algumas questões que consegui identificar até então para fazer novos entrantes refletirem.

  1. Cultivar a confiança
Yoda - Trust me

Yoda – Trust me

 

O poder de influenciar os outros é um dos principais caminhos para uma liderança de sucesso, e a confiança é seu melhor instrumento. Você jamais conseguirá influenciar uma pessoa que não tem sua confiança – então precisa cultivar essa relação com todos que trabalham com você.

A questão é como gerar uma relação de confiança com quem trabalha? Já que não somos seres evoluídos como Jedis e por isso não podemos usar essa prerrogativa para tal, vejo duas grandes qualidades que criam um alicerce nessa relação: competência e caráter. Competência não significa que você precisa ser o maior conhecedor de tudo o que seu time faz; mas precisa saber bem o suficiente para tomar decisões embasadas e sólidas, mesmo que precise lançar questões que demonstrem menos conhecimento e trarão novas hipóteses. Além disso, assim também se manifestará uma grande qualidade: a coragem de deixar claro que não se sabe tudo. A experiência é uma grande aliada nas tomadas decisões, pois provavelmente trará à tona cenários ou situações vivenciadas e aprendidas. Caráter significa que suas ações e decisões são direcionadas por valores que dizem respeito ao trabalho, sobre seus clientes e sobre as pessoas que executam tal trabalho. Para ser claro, que suas decisões não sejam interferidas por interesses próprios ou alheios de uma minoria, nada além disso. Se as pessoas acreditam em sua competência e caráter, eles confiarão nas suas decisões e todos pensarão que estão fazendo a coisa certa.

  1. Participar e orientar o time

Um time efetivo está atado por um propósito comum convincente e baseado em valores compartilhados. Em um time verdadeiro, os laços entre seus membros são tão fortes que todos acreditam que vão vencer ou perder juntos, sem restar sequer um único indivíduo ganhador se o time falhar. É dever de um líder fazer com que essa filosofia ou sinergia se perpetue. Para isso, ele deverá constantemente avaliar e gerenciar o comportamento do time, deixando claro as regras de engajamento, como por exemplo que tipos de conflitos são ou não nocivos ao ambiente de trabalho ideal. Então, se o líder conseguir orientar o time a não esquecer o propósito, os valores e as regras, o time ficará consistente exatamente como um time. Pequenas abordagens como “faça isso pelo time“ ao invés de “faça porque eu quero“ são muito mais poderosas e ajudam a moldar um comportamento de agregação e senso de propriedade ao time. Mas cuidado, não faça isso somente quando aparecer esporadicamente, é preciso fazer isso num momento em que se esteja participando da conversa ou esteja inserido no contexto, caso contrário sua orientação será vista como oportunista. Pode ter certeza que dessa forma um gerente conseguirá ter um time muito mais produtivo.

  1. Construir uma rede de contatos

Ninguém consegue fazer nada sozinho, sempre precisamos de ajuda. Com um time isso não é diferente, sempre precisarão do suporte ou colaboração de outras pessoas ou grupos. Líderes efetivos de times constroem e mantém proativamente uma rede de relacionamento com indivíduos externos, que incluem não só aqueles que são requeridos em trabalhos constantes mas também aqueles que ajudarão a atingir objetivos futuros. A ajuda externa geralmente é uma das maiores dificuldades que os gerentes encontram.

Muitos pensam que buscar novos contatos envolve uma politicagem manipuladora organizacional na qual a aproximação acontece só porque se busca algo em troca. Se a busca por novos contatos for feita de forma honesta, aberta e com o propósito genuíno de gerar benefícios para os dois lados, a politicagem deixa de existir e todos os envolvidos nesse novo relacionamento colherão seus frutos.

  1. Evoluir a si mesmo e o time
Evolução natural

Evolução natural

Como disse anteriormente, é da natureza do profissional de tecnologia não trabalhar por muito tempo em uma mesma tecnologia, mesmo projeto ou mesmo produto. Isso acontece tanto com os membros do time quanto com o próprio gerente/líder. Existem duas modalidades muito conhecidas e com métodos fluidos para evitar um declínio motivacional no trabalho que estão diretamente orientadas à evolução do conhecimento: uma tenta catalisar o desenvolvimento das competências e habilidades para alcançar metas planejadas e é feito por um treinador (coach), a outra mantém a presença de alguém mais experiente (mentor) passando conhecimento técnico, comportamental ou administrativo para pessoas mais frescas no mercado para que desenvolvam suas carreiras.

Um líder verdadeiro deve tentar praticar constantemente com seu time pelo menos uma das duas modalidades. Se sua bagagem é mais técnica, tente evoluir a capacidade de aprendizado ou raciocínio lógico. Isso poderá ser feito por meio de compartilhamento de artigos, revisão de código ou até programação em par quando for necessário, talvez em algum momento de impedimento do time. Caso contrário, quando sua base for um pouco mais administrativa, tente sempre lembrar de casos passados semelhantes, compartilhando o que foi feito e quais foram os resultados. O compartilhamento de experiências e conhecimentos fará com que todos pensem em coisas novas e evoluam.


Estas são as quatro atividades que aponto como principais fatores de sucesso para uma carreira e prática na liderança de um time. A ausência de qualquer uma delas poderá gerar questões que em algum momento deverão ser revertidas. Além disso, é claro que podem existir outras formas de se manter um líder, como ter uma boa comunicação, ser organizado, íntegro e honesto, mas isso vejo como adjetivos complementares.

E você, o que acha? Deixe seu comentário para trocarmos conhecimento e evoluir juntos!