Concrete Logo
Hamburger button

Como usar o Travis em 15 passos

  • Blog
  • 19 de Novembro de 2015
Share

Recentemente, tive um problema para configurar o Travis. Eu queria que ele tivesse um CI integrado com o Github, que rodasse meus testes unitários e me mandasse um e-mail para notificar o andamento do processo. E aí eu aprendi com o meu amigo Wesley Silva que dá para fazer isso muito rápido, em menos de 10 minutos! Você só precisa usar o Python, porque Python é vida e maneiro. =P

Em resumo, vamos apenas integrar o Travis com o repositório do Github e configurar o arquivo .travis.yml. E aí é só correr para o abraço =) Mas como não temos nada, nem repositório, nem código e muito menos integração, vamos fazer tudo do começo, ok? Vamos lá!

Passo 1: Crie o repositório no Github:

1Passo 2: Clone localmente o repositório que você acabou de criar:

2Passo 3: Escreva uma função simples de somar, como essa:

3Passo 4: Instale o Pytest.

4Passo 5: Escreva seu primeiro teste:

5Passo 6: Siga normalmente com os comandos:

Passo 7: Entre no site do Travis e faça login com a sua conta do Github:

6Passo 8: Clique no seu nome, na parte superior esquerda. Você vai ver que o Travis vai sincronizar e seus repositórios do Github vão aparecer na tela. Então, selecione o repositório que você acabou de criar.

7Passo 9: Clique no ícone de configuração, vamos ajustar algumas coisas.

8Passo 10: A primeira configuração é definir que o build acontecerá somente se o arquivo .travis.yml existir e toda vez que houver um push novo. Assim, garantimos que as builds vão acontecer automaticamente.

9Passo 11: Depois que você definir as configurações, teremos algo como isso:

10Passo 12: Crie o arquivo .travis.yml para dizer ao Travis qual é a linguagem que estamos usando, o comando de teste e qual é o e-mail para o qual ele deve enviar a notificação. Para isso, encontramos um exemplo no site do Travis mesmo, é só copiar:

11Passo 13: Agora é só editar! Bem fácil: coloque a linguagem, a versão, o comando para rodar o teste e o e-mail para a notificação. Fica assim:

12

Passo 14: Pronto! Agora é só mandar um push para o repositório no Github, acessar a página do Travis e ver a mágica acontecer =)

13 14

Passo 15: Olhe seu e-mail… Sucesso!

15E é isso! Bem simples, não? O arquivo yml do Travis é bem tranquilo e intuitivo. Agora não tem  nenhuma desculpa para não subir uma Integração Contínua, hein? Perdeu algum passo, deu alguma coisa errada ou tem alguma dúvida? Deixe abaixo o seu comentário!