Concrete Logo
Hamburger button

Os 10 links do mês – Dezembro

  • Blog
  • 31 de Dezembro de 2015
Share

Chegamos ao fim de um ano bastante animado. Nosso time dobrou e com isso a quantidade de sugestões de links e de sugestões no nosso fórum interno triplicou. Foram muitas dicas, muitos debates, muita coisa interessante e muita zuera também. =) Neste mês especificamente falamos de Star Wars (claro!), do Telegram e o bloqueio do Whatsapp, da Black Friday, do Swift… Quer ver? Vamos lá!

1. These sneakers have a gorgeous animated display that you cutomize with your phone in seconds

O título já é bem explicativo! Estávamos falando em wearables quando o Leonardo Pabon indicou esse vídeo que mostra um tênis com display animado. Todo mundo achou interessante, e ninguém respondeu a pergunta do Renato Monteiro que foi “e se chover?” Victor Neves destacou essa parte aqui:

image06

2. Canivete suíço do Shell Script

Foi o “shelleiro” Wesley Silva quem descobriu esse pdf maravilhoso, que causou essa reação na galera:

image013. Computador quântico do Google e Nasa é 100 milhões de vezes mais rápido

Em resposta à notícia indicada pelo Cássio Galvão, Rafael Alves disse que reza a lenda de que os computadores quânticos serão capazes de quebrar qualquer criptografia em tempo humano. Victor Neves disse que, pelo contrário, os especialistas do astronauta antigo dizem que a criptografia quântica será inquebrável. Rafael argumentou que as criptografias atuais poderão ser facilmente quebradas por força bruta, uma vez que a velocidade de processamento é exorbitante e poderia testar todos os casos, argumento concordado por Victor Neves.

Para Victor Oliveira, o computador quântico é mais rápido mas não muda a ordem na resolução de problemas NP. Partindo-se da premissa que a criptografia atual é NP, continuamos com a situação em que o esforço computacional para gerar uma chave é bastante menor que o esforço computacional para quebrar as chaves. Isso quer dizer, segundo Oliveira, que uma nova geração de computadores significativamente mais rápida vai ter que usar chaves maiores, mas a princípio não quer dizer que as formas de criptografia precisam ser mudadas. De qualquer forma, ele lembrou que Skynet vem aí… 🙂

Cícero Jacobi gostou da contribuição do Victor e acrescentou que estamos criando um computador com um potencial absurdo e estudando uma IA que aprende com ela mesma e com qualquer outra que estiver conectada. E que nós, seres humanos, a partir de qualquer interpretação lógica, somos um grande câncer. Para ele, a IA vai querer nos eliminar. Agustín Albertengo lembrou do filme Her, no qual as IA tomaram a decisão de ir embora para outro plano de existência, ou dimensão, ou portal, buraco, etc. Ele diz que seria interessante um sistema de emoções que permita desenvolver um mínimo senso de  empatia, solidão, amor, etc.

E aí, para finalizar, surgiram mais indicações de filmes “mindblowing”: Ex Machina e Charpie.

4. Começar a trabalhar e estudar antes das 10h é tortura, segundo estudo

Roberta Altermann é adepta dos que dormem até mais tarde e compartilhou a notícia acompanhada da hashtag #EuJáSabia. O Giovanni Silva disse que não tem problemas em acordar cedo, ele só acha que está em um fuso horário incorreto e isso faz com que ele sofra com jet leg na parte da manhã =P

O Victor Neves disse que para evitar esse probleminha tem esses 7 apps para ajudar no sono e essas dicas aqui para dormir bem. Diego Chavão gostou dos apps, mas disse que falta um pra colocar mais seis horas no dia e dar tempo de fazer tudo e dormir cedo. Ele foi apoiado!

5. It’s happening! Swift agora é open source!

Tales Pinheiro deu a notícia em primeira mão e até escreveu esse post aqui no Blog sobre o assunto. Thiago Holanda destacou isso aqui:

For Ubuntu, you’ll need the following development dependencies:

sudo apt-get install git cmake ninja-build clang uuid-dev libicu-dev icu-devtools libbsd-dev libedit-dev libxml2-dev libsqlite3-dev swig libpython-dev libncurses5-dev pkg-config

Daniel Astine perguntou se para Windows seria chucknorris-build =P e o Thiago Holanda destacou esse commit.

Para terminar, Tales Pinheiro destacou esse trecho: “The IBM Swift Sandbox is an interactive website that lets you write Swift code and execute it in a server environment – on top of Linux! Each sandbox runs on IBM Cloud in a Docker container. Both the latest versions ofSwift and its standard library are available for you to use” e esse link; enquanto Bruno Gonçalves recomendou esse podcast, em que Craig Federighi, VP sênior de Engenharia de Software da Apple, fez uma participação especial falando sobre o processo de abertura de código do Swift. Tem três horas de duração, mas ele disse que a participação está nos primeiros 40 minutos.

6. Em duas horas de Black Friday, Netshoes faturou o equivalente a um dia

A Roberta foi quem deu a notícia sobre nossa parceira Netshoes. Lembrando que ajudamos a fazer o novo app, o André Silva destacou que, segundo o link, o número de pedidos feitos de dispositivos móveis aumentou 464% em relação a 2014. João Ramos comentou que estava inclusive com o app aberto para comprar um “paranauê”. =) Parabéns para o time!

7. Angular 2 Fundamentals

Corintho Assunção indicou o link para quem quiser ir olhando o que está rolando no Angular 2. Bastante gente gostou, mas o Caio Rosa não gostou da quantidade de caractere especial para bindar output e input [(ng-model)]=””. Para ele, daqui a pouco estamos escrevendo como na época de ICQ Ὸῑ åŇƓŬľåȑ !!!!!

O Matheus Lima explicou que como o Two-Way Data Binding foi visto como um dos grandes problemas do Angular 1, pela comunidade e pela própria equipe do framework, ele tinha sido removido do Angular2. E depois dessa remoção houve o pedido pela comunidade de uma forma de continuar fazendo o Two-Way, mas deixando o One-Way ainda como padrão. Disso surgiu esse syntax sugar das versões atuais do Angular 2: input [(ng-model)]

Caio diz que compreende, mas não consegue assimilar de forma sucinta que deve usar #ref com dash e no contexto do script usar camelcase. É muito error prone. Curva de aprendizado é mais pra resolver sintaxe do que lógica do framework, mas ele usará mesmo assim. =)

O André Silva tem uma crítica. Ele disse que foi assistir os vídeos e fiquei bem perdido. Ele disse que é tudo jogado de qualquer jeito e nada é explicado, tipo: “faz isso que vai acontecer aquilo”. Ele pesquisou e achou essa apresentação que dá uma ideia melhor.

image028. Photoshop CC 2015 – Update

Gabriel Brettas ficou super animado com a notícia de que ia voltar a ter o export multiple assets que logo logo mandou para o fórum.

image03

Muita gente comemorou, o Luis Soares mandou um meme:

image05

E outras pessoas disseram que é para glorificar de pé! Victor Nascimento lembrou que renomearam o Flash para Animate CC e sobre isso o Vitor Linhalis indicou esse link.

9. Twitter do Telegram

Com o bloqueio do Whatsapp em todo o Brasil no dia 17, muitas pessoas começaram a migrar para o Telegram, que já era conhecido pelo pessoal aqui da Concrete. Theo França foi quem nos mostrou os números publicados no Twitter da empresa. João Felipe lembrou que o Telegram vai ver que esse surge nas registrations não vai ter aumento significativo no stats de active users após as 48 horas de bloqueio. Para ele, é algo momentâneo.

Diego Chavão destacou esse Tweet:

Telegram Messenger @telegram

@CyclopXMaster We prefer natural growth to such spikes.

João Ramos lembrou de uma música: “”….me liga, me manda um telegram, uma carta de amoooor….” e Luciana Nasr destacou outro tweet:

Telegram Messenger @telegram

Major SMS-Gateways stopped delivering SMS to Brazil, their support tells us they’ve almost fixed it. Hang on! Codes are coming.

Para Leonardo Pabon, o Telegram parece ter muito mais features que o Whatsapp, o que o faz duvidar de João Felipe. Diego Chavão contou que quando testou o Telegram não curtiu o fato de ele não comprimir bem as imagens. Em 10 minutos de uso ele já tinha consumido 5MB de banda, mas para ele as opções dos chats privados com tempo de expiração, emoticons grandes e bonitos, suporte a GIF, são nota 10. E a Luciana Nasr, para terminar, contou que tem gente que não perde tempo. =P

10. This Chrome Extension Will Block Star Wars Spoilers for You

É claro que Star Wars não poderia ficar de fora do nosso ranking. Giovanni Silva descobriu uma extensão do Chrome que bloqueia spoilers de Star Wars, chamada de Force Block. =) Muito útil para o pessoal da Concrete, uma vez que nem todo mundo (apesar de a maioria) ter conseguido ir na estreia. E aí o Theo jogou uma bomba no fórum: “Pessoal, pra quem nunca viu Guerra nas Estrelas, em qual sequência eu vejo? Só sei que os filmes foram feitos fora de ordem!”

A turma do 4 5 6 1 2 3 foi a que se posicionou primeiro. Mas também teve a defesa do 4 5 1 2 3 6, o pessoal que defende que nem precisa ver o 1 2 3 e o Rodrigo Deodoro, que explicou que a ordem de lançamento dos filmes é 4 5 6 1 2 3 e foi a que a maioria viu, mas 4 5 1 2 3 6 (Machete Order) também funciona muito bem. Se ele pudesse ver agora pela primeira vez, veria nessa ordem.

Bruno Rendeiro lembrou o Rodrigo que a Machete Order exclui o primeiro filme, pois considera que os acontecimentos dele não são essenciais para o fluxo da história. Natan Ximenes indicou esse link sobre a importância de Jar Jar Binks na primeira trilogia. Ele diz que é uma viagem muito louca, mas bem feita. =) Lucas Cardinali concorda que o episódio 1 é dispensável, além de você se livrar do Jar Jar Binks, mas ele acha que faz um pouco de falta quando os personagens começam a aparecer e você não sabe de onde eles saíram. Fora saber de que o C3PO foi construído pelo Anakin, que ele era um escravo, entre outras coisas.

Para terminar, um meme enviado pelo Douglas Barreto para resumir a visão dele sobre o assunto:

image04

E é nesse clima que terminamos o último ranking de links mais comentados no nosso fórum interno de 2015! Se você achou que faltou algo ou tem algum link para contribuir, deixe nos comentários. May the force be with you!