Concrete Logo
Hamburger button

10 dicas para uma estratégia mobile efetiva

  • Blog
  • 18 de Janeiro de 2016
Share

Já falamos aqui no Blog sobre a importância de ter um app mobile, sobre como descobrir, desenvolver e gerenciar um app de qualidade e demos algumas dicas para entrar no mercado de mobile commerce. Se você ainda não tem um app mobile ou ainda está tentando se convencer da importância, sugiro que revisite esses textos. Hoje, consideramos que é essencial para qualquer marca ou negócio estar presente no mundo mobile. Afinal, o mais perto que você pode estar do seu cliente é no bolso dele (ou no pulso). Então, como montar uma estratégia mobile que seja realmente efetiva?

1. Foque no time de entrega de produto

O primeiro passo é focar no seu time. É essencial ter um grupo multidisciplinar com uma boa cultura de desenvolvimento ágil para montar um produto de sucesso. Nesse ponto, é importante lembrar que bons talentos são difíceis de achar, então uma boa opção pode ser formá-los desde o início e isso leva tempo. Por isso, se você ainda não começou, corra! Comece agora. E importante: contrate pessoas que tenham foco no propósito e queiram fazer da melhor maneira possível. É claro que você pode errar, mas faz parte do aprendizado e aí chegamos ao nosso segundo tópico:

2. Foque em grandes ideias, mas execute em pequenos passos

Pense sempre em executar rápido pequenos passos. Uma das melhores chances de sucesso é garantir que se você for falhar (e você vai), que seja rápido e com a mínima dor possível. Tudo deve ser realizado de forma iterativa, empírica e incremental. Estabeleça uma hipótese, construa, teste. Não deu certo? Tente de novo. E assim sucessivamente, construindo, medindo e aprendendo. Lembre-se que ninguém é melhor do que o seu usuário para dizer se você está no caminho certo ou não. Por isso, recolha o máximo de feedbacks possível o tempo todo e lembre-se de que você não pensa e nem consegue pensar como o seu usuário.2

3. Foque na experiência do usuário

E ele é tão importante que continuamos falando no nosso terceiro tópico. A experiência que o usuário vai ter com o seu aplicativo afeta diretamente a conversão e o posicionamento da sua marca. Pense nas avaliações dos usuários na app store, por exemplo. Elas são uma forte influência na aquisição e engajamento de novos usuários. Portanto, uma boa experiência gera mais receita e engajamento.

4. Foque na jornada do usuário

Além da experiência do seu usuário, é preciso pensar naquelas pessoas que ainda não usam o seu aplicativo. Pense no público que você quer atingir, entenda o contexto em que ele está inserido, o que ele gosta, o que ele faz, em que momento da vida dele ele acessa o celular. Com isso, entenda os possíveis pontos de contato entre você e ele, levante oportunidades e reduza ou elimine as barreiras de entrada ou pontos baixos da jornada dele.

micro moments5. Métricas, métricas, métricas!

Tudo o que é feito empiricamente depende (e muito) de dados. Então, seja data-driven, mas não esqueça que você está lidando com pessoas, humanos, e que isso gera uma certa subjetividade. Também é importante lembrar que é necessário saber quais métricas você vai analisar e como você vai organizá-las para gerar resultados. Uma dica é olhar dados demográficos, os hábitos de uso (em que lugar seu usuário mais clica), os dispositivos mais usados e os dados de erros e crashes. As avaliações nas app stores, que já citamos nesse texto, também são dados bastante relevantes para estabelecer hipóteses e validá-las.

6. Garanta uma boa base de código

Nenhuma dessas dicas são relevantes se o seu aplicativo não funcionar direito. E para que ele funcione bem, garantir a qualidade do código é essencial. Por isso, teste! Use testes automatizados, tenha um bom analista de QA e fique ligado nas boas práticas. Temos alguns posts aqui no Blog que podem te ajudar a entrar nesse mundo. Lembre-se também da grande fragmentação do mundo mobile. São milhares de aparelhos diferentes, que facilmente podem gerar um erro e prejudicar sua avaliação.

7. Velocidade é importante!

Nos nossos posts sobre tendências mobile para 2016 falamos que um dos principais objetivos dos grandes players em 2016 é focar na velocidade. É importante garantir que o seu app funcione mesmo nas conexões mais fracas, pois não é possível garantir que o seu usuário estará sempre no wifi e isso atrapalha (e muito!) a experiência dele. Por isso, um app mais leve é sempre a melhor opção. Procure chegar na melhor condição possível.

velocidade

8. Foque no longo prazo

O mundo é mobile hoje, mas em cinco anos tudo pode mudar e ele não será mais o centro das mudanças no mundo digital, assim como não era há cinco anos. Por isso, se prepare para o futuro. Como? Sabendo executar bem o mobile hoje! Só assim você saberá se manter atualizado o suficiente para que sua marca esteja sempre na frente no que se refere ao mundo da tecnologia.

9. Complexidade e regra de negócio ficam na API

É importante tentar abstrair o máximo de regra de negócio na sua API em vez de guardá-la nos seus apps mobile (iOS, Android e Windows phone) e na web, pois isso facilita na hora de evoluir ou alterar a sua regra de negócio. Se for necessário adaptar as suas entradas e respostas para algo mais específico para o seu canal, considere um API gateway ou outras soluções similares.

10. Mudança cultural

Em um report recente, a Harvard Business Review Analytics Service apontou os métodos ágeis como “vantagem competitiva da era digital”. Neste relatório, eles apontam que em um mundo cada vez mais competitivo, os times de desenvolvimento de software são obrigados a satisfazer as necessidades do cliente o mais rápido possível, é via agilidade que conseguimos aumentar a qualidade, o tempo de entrada no mercado e a satisfação do funcionário, tudo ao mesmo tempo. Entretanto, não é fácil se tornar ágil. Precisamos de uma mudança de cultura que leva tempo e investimento para acontecer. Por isso, se você ainda não é ágil, torne-se.

Ágil 4Pronto? Temos muito trabalho pela frente. Garantir uma estratégia mobile efetiva é só o primeiro passo para ter mais chances de sucesso, mas a caminhada é longa. Tem alguma dúvida, acha que eu citei alguma coisa errada ou quer deixar sua contribuição? Aproveite os campos abaixo. Até a próxima!