Concrete Logo
Hamburger button

Os 10 links do mês – Março

  • Blog
  • 31 de Março de 2017
Share

As águas de março chegaram fechando o verão e teve muita troca de ideia aqui na Concrete. =) Como já é costume, vou mostrar pra vocês os assuntos mais comentados no nosso fórum interno este mês. E teve bastante coisa! Falamos sobre o Trump (sim), sobre o Udemy, teve dica do Simon Sinek e também teve a figurinha repetida que mais aparece no nosso álbum: o Uber.  Vamos lá?

10. Trump cancela vistos preferenciais para empresas do Vale do Silício

O último lugar do nosso ranking de março é sobre o atual presidente dos EUA, Donald Trump, que resolveu cancelar vistos preferenciais para as empresas do Vale do Silício. Quem mandou a notícia foi a Andressa Chiara com um simples #tenso, acompanhado por uma galera. O Josenildo Santos prevê que as empresas devem migrar dos EUA por conta dessas mudanças, mas não sabe pra onde elas iriam. A Andressa disse que tá todo mundo indo pro Canadá e aí o assunto parou na falta de mão-de-obra qualificada. O Josenildo fez uma pesquisa rápida e viu que cerca de 37% da mão-de-obra do Vale é estrangeira, ou seja, pessoas que vão de todo o canto do mundo para preencher uma vaga que um norte-americano talvez não teve qualificação para preencher. Resumindo, #tenso.

9. Produtos legais (que não necessariamente são software)

Quem trabalha com produtos (como nós) sabe que a experiência do usuário é o que rege nossas decisões, certo? Pois é, a Andressa Chiara deu a dica de um produto que não é digital, mas é muito bom! Uma carteira que parece papel, você jura que é papel, tem certeza que é papel, mas não rasga, é impermeável e o atendimento da fabricante é feito pelo Batman. UX na veia, né?

image00

8. Qual a diferença entre apt e apt-get?

O Victor Neves gentilmente nos avisou que as versões mais recente do Ubuntu simplificaram o comando “apt-get” para um simples “apt”. Mas cuidado: eles não são exatamente iguais, e o post da indicação explica direitinho a diferença. O Leandro Moraes achou a dica boa, mas já falou pro Neves mudar para Fedora. Alexis Henaut ressaltou que o único uso razoável de apt-get é para fazer apt-get isntall aptitude. E o Kleber Toyota informou que o apt foi modificado no Debian, ou seja, a grande maioria das distros tiveram modificação.

7. Woman Interrupted App

Em março também rolou o Dia Internacional da Mulher e tivemos alguns posts legais sobre a participação da mulher na tecnologia e no ambiente de trabalho. Sobre este tema, o João Ramos indicou esse app, “a non-profit app dedicated to detect and expose Manterruption in daily life”. Legal, né?

6. Simon Sinek: Por que bons líderes fazem você se sentir seguro?

O TED é sempre uma fonte legal de boas discussões, né? Pois é, vez ou outra aparece algum vídeo no nosso fórum. Dessa vez foi a Samanta Cicília quem indicou o TED do Simon Sinek sobre liderança. A galera super gostou e a Priscilla Barella destacou este trecho:

“Quando um líder toma uma decisão de colocar a segurança e as vidas de pessoas de dentro da organização em primeiro lugar, de sacrificar seus confortos e resultados tangíveis, para que as pessoas permaneçam, sintam-se seguras e parte do grupo, coisas extraordinárias acontecem”.

image02

Muito bom, né? Para quem ainda não leu ou quer saber mais sobre o cara, o pessoal também indica o “Start With Why”.

5. Por unanimidade, STF isenta livro eletrônico de imposto

Quem trouxe a boa notícia foi o Victor Oliveira. Livros, jornais, periódicos e o papel destinado à impressão já possuíam o benefício pela Constituição Federal. Agora. os ministros concordaram que esse tipo de publicação é apenas uma modernização dos livros de papel, e merecem também o benefício. É, segundo o Tribunal, uma forma de democratizar o conhecimento e ampliar o acesso à educação e cultura.

image01

João Felipe só achou uma pena não englobar o IOF na compra de e-books em dólar, parece que só beneficia e-books vendidos no Brasil. Mas Victor Oliveira disse que vai facilitar, por exemplo, para a Amazon colocar todo o acervo na loja brasileira, mesmo o inglês.

4. Faster Together: Uber Engineering’s iOS Monorepo

Foi o Thiago Lioy que indicou o texto sobre como o Uber migrou para um monorepo e aumentou a produtividade. O Buck do Facebook, segundo o Lioy, é sensacional =) O Victor Nascimento, do time Android, comentou que o Uber tem algumas abordagens extremas, como o okbuck, uma lib para usar o Buck por meio do Gradle. Ele acha uma complicação exagerada para o app deles, que não é tão grande assim. Por fim, Victor ainda comenta que o Buck tem uma sintaxe muito ruim, parece um arquivo .h disfarçado. Para ele, 99.99999% dos aplicativos não precisam de uma abordagem tão xiita assim.

Lioy ainda ressaltou que não é só um app, porque tem o Drive, o Customer e o UberEats. E que eles tinham quebrado a arquitetura em diversos módulos reusáveis entre as diversas apps, mas essa modularização estava espalhada em diversos repositórios, aumentando o tempo do build. Migrar tudo para um repositório amarrando tudo com buck gerou alguns ganhos. De qualquer forma, vale a leitura!

3. Udemy for Business

Victor Neves foi quem deu a dica, ressaltando os números $20/mês/pessoa – todos os cursos. Vale a pena, né? Os comentários são só elogios aos cursos. Recomendaram os de Scrum, React, desenvolvimento iOS e Xamarin.

2. Agile Poker

Como já é de praxe, aquele jabazinho na nossa programação. O segundo link mais comentado em março foi o app que um dos nossos times desenvolveu. Eles estavam sentindo falta de um aplicativo bom para fazer a pontuação fibonacci do Planning Poker, então decidiram criar um próprio. =) Simples assim! O app é um PWA (Progressive Web App) e a intenção é que funcione em todos os devices. Também é open source (pode ver o código aqui). Orgulho define! <3

1. John Maeda: if you want to survive in design, you better learn to code

E no primeiro lugar deste mês estão os nossos designers, que são vozes cada vez mais ativas no nosso meio =) O Gabriel Brettas foi quem indicou a “treta” e disse que, na opinião dele, o código é apenas outra ferramenta, como PS, Sketch e técnicas de entrevistas com usuários.

O Renato Monteiro acha que as fronteiras vão mesmo ficar mais borradas, considerando o cenário de times enxutos e multidisciplinares, que potencializam a entrega. Considerando isso, faz sentido pelo menos conhecer o básico de desenvolvimento para facilitar a integração.

O Abraão Corazza disse que código pode estar em tudo, mas ainda hoje existem muitas áreas do design que nem falam sobre isso. Neste ponto, é meio limitadora a definição do design sobreviver apenas se aprender código. Antes do código, ele gostaria de saber mais sobre antropologia e psicologia, por exemplo.

Uma galera concordou com o Abraão. O Flávio Nazário ainda destacou que o Vale do Silício não é o mundo (ainda bem) e o Maeda é muito importante para a história do design moderno, mas é engenheiro de computação em essência.

E aí surgiram dois questionamentos. “Será que o pensamento de que é impossível ‘fazer tudo’ é porque estamos nos prendendo muito a processos e pouco à adaptação deles à real necessidade?” e “Existe uma contradição ao dizer que time multidisciplinar e pessoa multifuncional? Mesmo as pessoas tendo conhecimento variados, em um time multidisciplinar, não vai cada um fazer mais daquilo que sabe melhor?”

Tentando responder, a Aline Yokota lembrou a característica de o mercado ser cíclico, com especialidades surgindo e desaparecendo de acordo com hype do momento. Para ela, as profissões de tecnologia e design mudam de formato e profundidade para atender as novas necessidades das pessoas. Ficamos um passo à frente quando entendemos qual a próxima necessidade e o que sempre vai ser necessário. Filosófico, né? E encerrando o debate o Paulo Muniz mandou este link sobre se os designers deveriam ser generalistas ou especialistas.

E com esse super debate entre os nossos designers, encerramos nosso ranking do mês de março. Curtiu? Quer dar sua opinião também? Acha que faltou comentarmos alguma notícia desse mês? Aproveite os campos abaixo! Em abril estaremos de volta com mais um ranking. Até lá! =)

Se você também gosta de compartilhar conhecimento e quer fazer parte do nosso time, acesse aqui. Mas se você precisa de ajuda para sua estratégia e quer saber mais sobre nossos times e produtos, entre em contato.