Concrete Logo
Hamburger button

O que rolou no FrontIn BH 2017

  • Blog
  • 20 de Outubro de 2017
Share

O maior evento de desenvolvimento de Minas Gerais começou com a história de vida de Wharley Ornelas​, que passou por necessidades, enfrentou grandes problemas, mas não desistiu do seu sonho de ser desenvolvedor. Tessa Mero falou sobre revolucionar o Workflow com ChatOps, citou o conceito DevOps e sua imp​ortância no processo de desenvolvimento. Em tempo: ChatOps é um termo criado pelo github, um meio de colaboração que conecta times, ferramentas e processos.

Desenvolver uma App multiplataforma compartilhando 90% do código foi o tema de Guilherme Bruzzi,​ que trouxe o mundo físico para o lado de comércio eletrônico.​ Ele citou os prós e contras do desenvolvimento Web em app híbridos e ​mostrou ​como ​a ​sua empresa desenvolveu a solução para atender ​outras corporações.

Diogo Moretti falou das vantagens de usar CSS Grid layout, método de criação de layouts através do qual se po​de dividir a página em grandes regiões, especificando no CSS a posição de cada uma. Não deixou de comparar com os métodos mais antigos do HTML e CSS.

Marcus Moura​ e​ Felipe Silvestre falaram em como evoluir as tecnologias de sua startup, defendendo um pensamento maior no time, no método de trabalho e em critérios como maturidade, produtividade​ e​ performance. Defenderam o uso de provas de conceito na solução da dúvida de qual tecnologia seguir.

Ilya Gurevich trouxe à tona a velha guerra de frameworks JS e​ citou cases de sucesso no tema Moving from Angular to React. Com Beto Muniz aprendemos até onde o apoio à comunidade pode nos levar. Ele contou um pouco de sua história e​ sobre o  trabalho que ​desenvolveu para o Open Source, ​o que ​abriu portas que nunca imaginou que seriam abertas.

Vemos a importância da qualidade de software em nosso dia​ ​a​ ​dia​ e​ Marina Limeira palestrou sobre como ter essa qualidade, com testes reais​, apresentando dicas de como aumentar a cobertura do seu código. Qual a importância de se trabalhar bem em equipe? Acha que ser um programador de sucesso é só saber as últimas tendências, ou ter um código bem escrito?​ Marco Gigliarano disse que depende muito do modo como nos relacionamos com as pessoas, o que pode ser bem complexo.

O tema de Michael Laccanster foi​​: Docker no mundo front-end? Particularmente, todos os dias vejo a importância de poder contar com essa fantástica ferramenta, que ajuda no momento de enviar código para ambientes diferentes. E o que Michael falou só reforçou ainda mais a utilidade do Docker no dia​ ​a​ ​dia de qualquer desenvolvedor.

Em um evento para front-end não poderia faltar CSS, não é mesmo? Paula Faria teve como base de sua palestra a necessidade de aprender as melhores práticas para o desenvolvimento de sua folha de estilos, na reutilização de código e nas ferramentas que facilitam no desenvolvimento.

E para encerrar as palestras, Felipe Silva falou sobre a performance em grandes aplicações Web​. Ele​ compartilhou o que a sua equipe fez e o quanto foi importante para o usuário.

Nos vemos em 2018!

É desenvolvedor Web e quer trabalhar em um time ágil de verdade? Deixe aqui o seu currículo.