Concrete Logo
Hamburger button

Como foi o DevOps on Beer

  • Blog
  • 14 de Mar√ßo de 2018

Como todo bom DevOps, Alex Marmute, Cristian Trucco e Marcelo Coimbra fizeram de tudo para ningu√©m precisar fazer nada. ūüėČ Zoeiras √† parte, nossos CSers compartilharam conhecimento sobre a cultura DevOps, boas pr√°tica de infraestrutura como c√≥digo e versionamento em um Coders on Beer pra l√° de animado.

Alex Marmute deu in√≠cio aos trabalhos fazendo um overview do trabalho do DevOps. Apesar de existir um approach universal, aqui na Concrete a gente trata de uma forma bem √°gil. ‚Äú√Č aquele DevOps raiz, que nasceu l√° do √Āgil de 2008 e est√° no backstage da Concrete desde ent√£o‚ÄĚ, explica.

Cada empresa tem um jeito de enxergar DevOps, por ser muito amplo, por isso Marmute fez quest√£o de falar de cases e tra√ßar uma linha do tempo da cultura na Concrete. ‚ÄúHoje temos uma s√©rie de ferramentas, mas tamb√©m temos DevOps trabalhando como devs, indo para a parte de √Āgil, fazendo testes. A ideia foi mostrar como tudo isso funciona agregado, papel do DevOps na vis√£o do mercado moderno‚ÄĚ, disse.

Em seguida, Cristian Trucco apostou no hands on de como provisionar uma infra de containers usando um PaaS (Plataform as a Service) da Google, o Kubernetes Engine, para o lab e ainda explicou conceitos chaves do Kubernetes. Trucco decidiu trazer essa thread porque está trabalhando em um projeto na Concrete usando a stack de automatização e orquestração de container, duas ferramentas novas.

De acordo com o CSer, agora, em qualquer lugar, o mindset DevOps √© esse: criar containers de forma automatizada, provendo e monitorando esses ambientes, minimizando os erros usando todas essas t√©cnicas que vem por baixo do Kubernetes. ‚ÄúFerramentas como essas ajudam a promover a integra√ß√£o e a entrega cont√≠nua, agilizando processos, reduzindo erros, sendo mais produtivo e eficiente no ciclo de desenvolvimento‚ÄĚ, disse.

J√° Marcelo Coimbra falou sobre como gerar Changelog automaticamente, usando Git. Ele decidiu levar esse tema ao Coders on Beer porque j√° passou por um problema parecido e quis compartilhar com a galera por ser o tipo de coisa que pouca gente usa. Segundo Marcelo, tem muito do Git que fica por ‚Äúdebaixo dos panos‚ÄĚ e que pode ser uma solu√ß√£o √ļtil por ser uma aplica√ß√£o voltada para v√°rias oportunidades.

Com uma mini PoC (prova de conceito), o CSer fez um hands on, mostrando como fazer com que o Git auxilie na produtividade. ‚ÄúO que, geralmente, √© uma tarefa chata. Vamos ser sinceros: quanto menos dor, melhor‚ÄĚ, se diverte Marcelo.

Você estava aqui? Conte para a gente como foi! Se você não veio, fique atento às nossas redes sociais para participar dos próximos. =) Semana que vem tem Android em São Paulo, hein? As vagas estão acabando.