Concrete Logo
Hamburger button

Os 10 links do mês – Abril

  • Blog
  • 30 de Abril de 2018

O mês de abril foi bem animado no fórum interno da Concrete. Nossos CSers diversificaram bastante os assuntos, compartilhando conhecimento de toda a espécie, gênero, número e grau (rs). Falamos de League of Legends, design emocional, passando por novos meios de comunicação, tropeçando e caindo de cara em um projeto interno irado. \o/ Bom… sem mais “nariz de cera”, vamos ao ranking.

10. How to Design Emotional Interfaces for Boring Apps

Na décima colocação está o capítulo de Design representado pela Priscilla Barella, que voltou com tudo pós-nascimento do baby lindo. E ainda chamou geral para o debate com a citação abaixo:

“Humans can’t endure boredom for a long time, which is why products that are built for non-exciting, repetitive tasks so often get abandoned and gather dust on computers and phones. But boredom, according to psychologists, is merely lack of stimulation, the unfulfilled desire for satisfying activity. So what if we use the interface to give them that stimulation?”

A primeira a se manifestar foi Claudia Mardegan que achou super legal o tema, lembrando ainda de quando montou um curso de UI e não encontrou muito conteúdo sobre design emocional. Já Bruno Galliez sugeriu esse livro do Aaron Walter e Priscilla adorou a referência.

9. Rede social descentralizada

Na cola do capítulo de Design está o de DevOps, com esse link compartilhado pelo Alex Marmute. Para Francisco Gonçalez, essa coisa de rede social descentralizada era só uma questão de tempo. Hum… será? Vale a discussão.

8. Como regras demais no trabalho impedem você de completar coisas

Apois, viu… rs Vicente Bezerra pontua para o capítulo de Agilidade. Nosso SM de Recife mandou esse vídeo da palestra do francês Yves Morieux no TED. De acordo com Vicente, a capacidade que Morieux tem de síntese e de conectar os temas abordados é impressionante, principalmente, no que diz respeito a assuntos relevantes, atuais e complexos.

Renato Monteiro gostou do vídeo, porque há, na analogia feita no talk, um senso de propósito e objetivo claro e definido. Mais do que isso, há cooperação, mas também muito treino e, certamente, diversos momentos de tentativa e erro nos quais toda a sincronia foi sendo amadurecida. “Ótimo convite à reflexão!”, sugere.

Renan Melo achou espetacular e no meio de tanto “aplauso”, Vicente fez questão de fazer uma provocação: criar processos super bem definidos e/ou colocar mais pessoas no time, vão ser sempre fatores determinantes para atingir um o objetivo? O CSer ainda não se conteve e soltou o spoiler (desde que não seja sobre Guerra Infinita, tá valendo! rs):

“Cooperar não é sobre-esforço, é como você destina o esforço. Você ultrapassa a fronteira de segurança do esforço individual.”

7. Animation in the League of Legends Client

Para a alegria dos gamers (que não são poucos) da Concrete, a sétima colocação vai para o capítulo de JavaScript, por conta desse link sobre LOL, enviado por Bruno Gonçalves. Para quem ainda não sabe, o “novo” (lançado em 2017) client do League of Legends é feito em uma plataforma web (Chromium Embedded Framework) com a famosa trinca CSS + HTML + JS. Segundo Bruno, esse post fala sobre como eles trabalham na otimização das animações.

6. A história do uso de = para assignment

Era uma vez, a história do ‘=’ que virou sinônimo de assignment, mas ninguém sabe ao certo porque. 😉 Zoeiras à parte, esse link rendeu ao capítulo de Android a sexta colocação no ranking dos 10 links mais comentados do mês de abril, no fórum da Concrete. \o/

Victor (Capitão) Nascimento, o dono do link, disse que em linguagens funcionais o símbolo ‘=’ é usado para pattern matching, mas nas linguagens imperativas (incluindo as orientadas a objetos) o ‘=’ é usado para assignment. Na matemática, x = x + 1 não faz sentido; é o mesmo que dizer 1 = 2. Nesse post, o autor buscou na história da computação a origem desse conflito semântico. Leitura delícia. 😉

5. Netflix Culture

Nossa gerente de QA Samanta Cicilia retorna ao ranking com esse link sobre a cultura da Netflix e pergunta: alguém já tinha visto? Pedro Rasera disse que tinha visto os slides do Reed Hastings sobre isso e Tales Andrade lembrou que eles começaram o We Are Netflix, um podcast com o povo de lá.

4. Slack Backups/Exports

Nosso Scrum Master, músico estrela nas horas vagas, Renan Melo mandou essa no fórum e choveu +1 e a quarta colocação no ranking. \o/ Há algum tempo ele teve problemas com o Slack free, que só guarda 10k de mensagens, então descobriu essa alternativa de exportar mensagens e seguir os passos descritos do link. Boa!

João Felipe, nosso Samuca, caiu matando e sugerindo outras opções, como o Discord, que tem o benefício do voice chat constante; e o Microsoft Teams mais para uso interno. Parecido com o slack, ele tem integração fácil com Outlook Calendar e com o Skype for Business. Olhinhos brilharam com a possibilidade de novas formas de comunicação entre times. A seguir, cenas do próximo capítulo. 😛

3. Novo DNS melhor que o do Google

O capítulo de Android volta para o ranking com esse link do Capitão Victor Nascimento, sobre DNS over HTTPS. “Sinistro”, aka Raphael Bernardo, curtiu e Renan Bastos achou melhor citar também outro host de DNS recursivo e rápido que é brazuca (!), totalmente gratuito e público. E ainda compartilhou a referência de um artigo em português sobre esse novo serviço de DNS.

Mas se for pra falar de brazuca DNS open e “daora”, Juliano Sato apresentou o CleanDNS. Jogando água fria veio Thiago Fialho, que testou com o DNS Benchmark e não achou isso tudo não. Hum… será? Tales Andrade lembrou dessa ferramenta para comprar.

2. O fator diversidade e sua relevância em times ágeis

No segundo lugar mais alto do pódio, está o capítulo de QA, com esse link compartilhado por Samanta Cicilia. No e-mail, nossa gerente ainda confessou que foi um dos artigos mais legais que já leu sobre o assunto. Teve chuva de +1. 😉 No artigo, o autor sugere o porquê desse tema ter se tornado cada vez mais relevante nas mídias tradicionais, atualmente.

1. Conheça o nosso Feature-Express

E no lugar mais alto do pódio, ostentando troféu e a medalha de ouro, está o capítulo de QA, representado por Leonardo Menezes, que dividiu com o fórum uma iniciativa do time. Uhul! Conheça o próprio featurebook do capítulo, carinhosamente chamado de Feature-Express.

Contexto: a galera aqui trabalha muito com BDD para documentação e criação dos fluxos da aplicação para que esses cenários sejam automatizados. Isso porque a escrita dos cenários facilita a colaboração de todo o time (pessoas técnicas e não técnicas) de forma que todos entendam quais são os cenários e consigam contribuir melhor para o projeto. Além disso, pode ser disponibilizado para os clientes.

Atualmente, existem algumas ferramentas que fazem isso como o FeatureBook, mas a apresentação das informações não é muito amigável e seu código fonte dificulta a customização. Então, depois de muita troca de figurinha com o Cássio Alves (Chapter Leader QA), o time chegou ao Feature-Express, que veio para suprir essa necessidade de uma maneira mais elegante.

Este é o repo do npm para instalação.
E este é o repo do GitHub.

Boa! #orgulhodefine

Se você também gosta de compartilhar conhecimento e quer fazer parte do nosso time, mande o seu currículo para a gente. Mas se você precisa de ajuda para a sua estratégia e quer saber mais sobre nossos times e produtos, entre em contato.

Somos parte da Accenture e estamos em constante movimento. Trabalhamos junto às maiores empresas do Brasil para garantir os melhores produtos digitais do mercado. Para isso, usamos design, desenvolvimento ágil e nossa cultura de inovação. Trabalhe com os melhores: concrete.com.br/vagas